Páginas

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Sobre a coragem de seguir o sonho!!


Quem em sã consciência, abriria um Estúdio de Pesquisa Teatral no atual momento conturbado que o país passa, onde ninguém sabe o dia de amanhã, investindo em pessoas e teatro, e sem praticamente muito dinheiro no bolso? "Euzinha aqui, pessoal!". A louca, a diferentona, "aquela do teatro"...sim, sim, sim...muitos adjetivos para uma única aposta: seguir meu sonho!!
Mas que sonho é esse que não podia esperar mais um pouco? Amigos, ele espera já fazem uns 10 anos, estava engavetado nos meus planos secretos, houve momentos que quase desisti dele, ou deixei ele de lado em função de outras prioridades. Mas quando você tem um propósito, quando você escuta seu coração e o alinha com sua alma, aí minha gente, a responsabilidade é diferente!
Faz um tempo escolhi não fazer teatro por fazer, ou para agradar, ou para ganhar dinheiro (cá para nós, nessa profissão não se ganha "rios de dinheiro", pelo menos não todo o tempo), sentia através das minhas aulas que precisava utilizar o teatro como uma ferramento de acesso para trabalhar "AS" pessoas e não apenas "COM" pessoas... Que tipo se ser humano queremos e podemos ser de verdade?
Onde exorcizar medos, angústias, trabalhar emoções  sem ser no divã do analista e psiquiatra? Obviamente que no palco, transmutando tudo isso em criatividade!
Primeiro é preciso dizer que no Estúdio de Pesquisa Teatral não temos como objetivo único formar artistas, mas antes, desenvolver pesquisas em Arte. O que queremos é nos envolver em processos de criação capazes de nos desafiar e alterar nossas possibilidades no mundo, “formando pessoas melhores” fortalecendo nossa identidade e resgatando nossa autoestima.
Cada ano, cada professor/pesquisador terá a liberdade de iniciar, continuar ou encerrar sua pesquisa na sua área de atuação, com o público alvo que lhe convém, dentro de um embasamento teórico, que será publicado na revista do estúdio anual, afinal toda pesquisa precisa chegar a um resultado (seja positivo ou negativo) pois a criação artística é a construção de um discurso que se constitui de ideias, materiais, linguagens e argumentos poéticos e a necessidade de expressá-las de algum modo. Cabe a quem cria descobrir, mesmo em meio a uma cidade caótica ou pequena, como Canela, uma potência que deflagre um processo de criação.
Queremos seres criadores e não apenas, consumidores.  Enfim, um espaço de diálogo, encontro e transformação!!

E como diria Beckett ...

“Você não pode se esconder; seu crescimento como artista não está separado de seu crescimento como ser humano: é tudo visível.”

Visita nossa página no face:
 https://www.facebook.com/estudiodepesquisateatral/?fref=ts





VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.