Páginas

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Você hoje é uma pessoa normal, como eu!!


Ontem, no encerramento de Ballet da minha filha, ouvi uma frase que me deixou pensativa... Ao entrar no hall, as mães podiam entrar na plateia antes dos convidados, quando fui fazer isso me disseram que tínhamos que aguardar. Eu disse: "ok, aguardamos". Uma senhora, conhecida minha, me olhou com todo o deboche que pode haver nesta vida e disse: "Hoje você é uma pessoa normal como eu!" eu fiquei olhando para ela com vontade de dizer milhões de coisas, mas como tenho buscado não ser tão impulsiva e explodir como de costume, olhei apenas para ela. Ela deve ter percebido meu olhar fulminante e começou a perguntar sobre coreografias, etc...

Será que a imagem das pessoas que trabalham com Arte é a de não ser "normal". O que é ser "normal" afinal? O que define quem é ou não normal? No final dei risada, por isso...Talvez não tenha sido por mal, mas o infeliz comentário reberverou. Claro, as pessoas estão acostumadas a ver Lisiane Berti nos palcos, atuando, dirigindo, encenando, dando aula... dificilmente como um ser normal que apenas vai assistir algo. Meu papel mãe responsável é cumprido diariamente, mas não faço questão de mostrar, só quando é necessário. No desfile de natal, por exemplo, os maquiadores souberam esta semana que a Ísis é minha filha, porque outra pessoa comentou,não eu. Procuro ter uma vida normal, mas simplesmente não tem como, se for analisar...

Ter uma vida diferente é normal! Depende de quem a vê ou a julga. O importante é sermos felizes cada um a seu modo, isso sim, seria o "normal" da vida cotidiana.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.