Páginas

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Mandela e eu...

Nelson Mandela diz: "Nosso medo mais profundo não é crer que somos inadequados. Nosso medo mais profundo é saber que somos poderosos além da conta. É nossa LUZ que nos assusta. Nos perguntamos: Quem sou eu para me sentir brilhante? Mas, na realidade, quem é você para não se sentir assim? Seu jogo de ser insignificante não serve ao mundo. Não tem nada de iluminação em fazer-se menor com a finalidade de outras pessoas não se sentirem inseguras ao seu redor. Todos podemos brilhar, tal como fazem as crianças. Todos nascemos para manifestar a Glória de Deus, que se encontra em nosso interior. Esta Glória não está dentro de uns, está dentro de todos nós. E, quando permitimos que nossa própria luz brilhe, inconscientemente damos oportunidade à outras pessoas para fazer o mesmo. Á medida que vamos liberando nossos medos, nossa presença libera os outros automaticamente."
Nesse momento, quem sou eu para não brilhar e não acreditar na minha luz, ora bolas! Mesmo que a luz esteja um pouco fraquinha agora, ela voltará com intensidade total e logo, ah voltará!!!

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.