Páginas

terça-feira, 15 de julho de 2008

A alma do ator...


A alma do ator

O coração saíndo pela boca...

o corpo tremendo

mãos geladas, olhar fixo

É chegada a hora de entrar em cena!!

Agora é só você e a platéia.

Suspiro...a tensão está no ar.

Por um momento é como se o tempo parasse.

Mas no palco cada segundo é uma eternidade!

Não podemos desperdiçar o tempo. Lá vem e a primeira fala...a segunda...a terceira.

O nervosismo passa e você começa a se deliciar com o personagem e descobre que não quer mais sair do palco.Ali é o único lugar onde você quer estar!!Cortinas abertas,coração na mão, olhos no mundo!

Respira... Tempo...Pausa dramática...

O ator é atemporal! Entrega-se de corpo e alma todas as noites, pertence ao público e ao mesmo tempo a ninguém.

Arte estranha e prazerosa essa de emocionar e comover, chocar, envolver, rir, gritar, soluçar, balbuciar ou apenas silenciar.

Sim, por que no silêncio é que o verdadeiro ator se sobressai.


Lisiane Berti (15.07.08 às 20h44min)

domingo, 13 de julho de 2008

Teatro exalando pelos poros!!





"Através do humor nós vemos no que parece racional, o irracional; no que parece importante, o insignificante. Ele também desperta o nosso sentido de sobrevivência e preserva a nossa saúde mental." (Charles Chaplin)
Eu trocaria a palavra humor por teatro!O teatro tem me consumido todos os minutos, até quando durmo sonho que estou no palco.Quando saio falo em teatro, quando respiro o ar é teatral...
Seguimos assim, com teatro exalando pelos poros...

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.