Páginas

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Adeus Ano Velho...tempo de voltar-se para dentro!!


Penúltimo dia do ano...redes sociais já sinalizam suas mensagens comuns de "Feliz 2015", os vídeos de retrospectiva que na maioria das vezes ninguém vê espalham-se no ar...depois do Natal, comecei a sentir um certo alívio no ar deste 2014 que foi para lá de difícil, truncado, cheio de mudanças das quais não pedi, cheio de decisões das quais eu nem estava preparada para tomar e um monte de decepções que eu não esperava vir... que ano!
Então me questiono depois de tudo que passei este ano (e olha que não foi pouca coisa não minha gente) se estou na direção certa, se venho fazendo o melhor que posso, se tenho corrido atrás do que é justo, se tenho me proposto de fato a ser feliz...é...bem...acho que sim!
Analiso-me! Questiono-me! Interfiro!
A vida, o progresso, a paz, tem por base o que fazemos de nós, as tendências que seguimos, boas ou más ditam nossa trajetória...confiar em si mesmo apesar de tudo...afinal quem se analisa com sinceridade melhor se enxerga...vou literalmente "me enxergar"!
2014 apesar de toda sua carga pesada, me trouxe ensinamentos que há anos eu não tinha, da forma mais dolorosa é verdade, mas por isso será inesquecível, porque doeu, cada dia desse ano teve uma dor "especial" se assim posso dizer...
Doeram as escolhas, as pessoas, as palavras, os trabalhos, as viagens, as verdades, as surpresas, as perdas, as rupturas e os cortes bruscos, esses foram cruciais...quando falo "doeu", é um doeu de quem como criança "desobedeceu" e colocou a mão onde não devia...criança travessa!
Porém com essas dores vieram forças indescritíveis, amigos fiéis, trabalhos com preciosos desafios, coragem de seguir, e muita, muita força e fé.
Se esse era o teste, aviso aos navegantes...eu segui...eu continuei... eu levantei a cabeça...eu continuei caminhando...eu segui meu caminho...como sempre fiz...
Perdi aqui, ganhei ali...como se não bastasse, depois de 13 anos, serei mãe de novo...sei do meu compromisso, foi uma escolha, nada ao acaso...os fins não justificam os meios...2015 me trará Helena...já tendo minha Ísis...preciosas pérolas...
Amadureci muito...entendi tanto...respirei fundo...busquei luz onde ninguém via possibilidades. Os medos bobos já não me cegam, a proteção divina é tanta que não tenho medo...sei que não estou só e tenho consciência do meu poder pessoal, de quem sou eu, de onde quero chegar.
Ando devagar...já tive tanta pressa...aprendi a ter paciência e sempre odiei essa palavra...
2015 será o ano de voltar-se para dentro, esquecer um pouco os outros e cuidar mais de mim...qualidade e não quantidade. Ano de retomar a espiritualidade tão presente mas tão pouco valorizada por mim. Ano meu! Em todos os sentidos!
Aos inimigos: obrigado! Me trouxeram ensinamentos e bens duradouros e digo, já não tenho mais idade nem vontade bater de "frente" com ninguém, esses joguinhos não fazem mais parte de mim...enquanto vocês passaram o tempo me alfinetando por coisas fúteis, meu foco e atenção eram completamente opostos...não gastei energia com vocês e não gastarei mais!
Aos amigos que apareceram ou reapareceram: obrigado! Me trouxeram acalento, palavras de consolo, abraços preciosos e verdades inspiradoras...
Ao teatro: mais um ano juntos, redescobrindo verdades, fazendo arte, fazendo pensar e rever nossa função juntos...meu velho companheiro de sempre...só nós sabemos o que já passamos nos palcos da vida eim?!
A Providência divina: obrigado por tudo! Do primeiro ao último dia de 2014 eu tive um ensinamento e sei que me comprometi com muita coisa...continuem me guiando através da minha arte e me dando força e coragem para seguir...que assim seja!
Depois de 2014...(risada alta) pode vir 2015...estou super tranquila te esperando e te digo...o pior já passou!

Daqui pra frente...tudo vai ser diferente! O melhor está por vir!

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.