Páginas

domingo, 17 de agosto de 2008

Morra para viver Hero...


Estou fazendo uma adaptação de "Muito Barulho por Nada" de Shakespeare para os alunos de Gramado, ensaiando já a peça dos alunos da Várzea, "A Princesinha Feiosa", "Médico à força" com alunos de Canela, "A Megera Domada", alunos da Coopec, "Brincando com o Tempo" alunos menores da Coopec...fora isso, esta semana retornam as outras turmas, tem o Congresso Nacional de Terapia Familiar com 12 coffee breacks, apresentação de "Nós", encontro no Laje de Pedra da Ambev, aniversário de 15 anos com tema do oscar...

Trabalho! Muito Trabalho! Obrigado meu deus, seres da divina luz, anjos, arcanjos, fadas, gnomos, amadas e colegas bruxas...não estou reclamando. Agradecendo! E que venha o que tiver que vir...

Fora isso: Mãe, mulher, amiga, dona de casa (quando é necessário), filha prestativa, artesã de e.v.a para amigos estagiários, taróloga quando inspirada,aluna de violino não muita aplicada nas quintas a tarde e agora Acadêmica de Artes Visuais, sim, porque passei no vestibular e me matriculo na quinta.

Vida louca, vida... Como diria Shakespeare na peça: "Morra para viver Hero...Morra!"

Estou morta mas louca pra viver...

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.