Páginas

domingo, 26 de junho de 2016

NOVA TEMPORADA DO AUTO DA BARCA DO INFERNO



NOVA TEMPORADA “O AUTO DA BARCA DO INFERNO”
        Após a estreia e temporada de Natal em dezembro de 2015 no Grande Hotel Canela, o grupo “ A Barca” (formado pelos alunos do Curso de Teatro Grandes Autores, turma de 2015 da professora Lisiane Berti), retorna com a peça O Auto da Barca do Inferno, clássico da literatura e do teatro de Gil Vicente, desta vez em novo espaço em Canela, junto a D’arte Espaço Multicultural no mês de julho nos dias 06,13,20 e 21 de julho à 00h)

1      O Auto da Barca do Inferno
Para se compreender o "Auto da Barca do Inferno" deve-se ter em mente que essa obra foi escrita em um período da história que corresponde à transição da Idade média para a Idade Moderna. Seu autor, Gil Vicente, se enquadra justamente nesse momento de transição, ou seja, está está ligado tanto ao medievalismo quanto ao humanismo. Esse conflito faz com que Gil Vicente pense em Deus e ao mesmo tempo exalte o homem livre. O reflexo desse conflito interior é visto claramente em sua obra, pois ao mesmo tempo em que critica, de forma impiedosa, toda a sociedade de seu tempo, adotando assim uma postura moderna, ainda tem o pensamento voltado para Deus, característica típica do mundo medieval.
Escrito em 1517, o clássico da literatura retrata a sociedade portuguesa do século XVI ao mesmo tempo que possui temas atuais, com uma boa sátira à sociedade.

2   Sinopse:
O cenário desta obra é um porto onde se encontram duas barcas, uma leva ao inferno e a outra ao paraíso, uma guiada por um diabo e a outra por um anjo, ambos os comandantes aguardam os mortos, que são as almas que seguirão ao paraíso ou ao inferno. Uma sátira impiedosa de Gil Vicente, onde suas críticas não poupam ninguém - fidalgos, padres magistrados, mas também sapateiros e ladrões.Cada personagem traz, nas roupas ou nas mãos, os símbolos de seus pecados e deles não podem se desfazer; não há defesa contra as acusações do Diabo ou do Anjo.

      Ficha Técnica:

Texto: Gil Vicente (adaptação )
Direção: Lisiane Berti
Cenário: Lisiane Berti
Sonoplastia: Erick Bolt e Luan Klauss
Preparação Corporal: Luana Serrão
Figurinos: Lu Benetti e Maurício Goulart
Maquiagem: Maurício Goulart
Máscaras: Kira Luá
Iluminação: System Produções Técnicas
Produção: Giovane Nunes, Isabel Scheid, Rosane Warken e Edel Ramos
Programação Visual: Charle Oliveira
Elenco:
Anjo – Taíne Dufau
Demônio – Rita Reis
Fidalgo – Odarlan Mapelli
Onzeneiro – Rosane Warken
Sapateiro – Eduardo Rohden
Parvo – Luana Serrão
Frade – João Marcelo Trovão
Brísida Vaz – Edel Ramos
Judeu – Erick Bolt
Corregedora – Silvana Grade
Enforcada – Núbia Gallas
Cavaleiro – Giovane Nunes
Demônios – Amallia Brandolff e Giu Chiodi
Anjo – Giulia Sironi
Barqueiro – Marcelo Wasem

 I  Ingressos:
     R$ 30,00 (Aroma Literário, Empório Canela e no local)
     Você pode escolher sentar no céu ou no inferno (há somente 150 lugares)
     Mais informações e reservas de ingressos: (54) 8104.4404

Datas das apresentações:

Dias 6,13, 20 e 21 de julho no Espaço D’arte Multicultural em Canela




Nenhum comentário:

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.