Páginas

sábado, 4 de dezembro de 2010

Final Feliz?Sim, muito feliz!

Quatro de dezembro de 2010. Mais um ano que voou, ou eu que voei, ou o tempo passou tão rápido, mas algo passou e como passou!
Velhos e novos amigos, conquistas adquiridas outras perdidas, risos e lágrimas, dores e amores...Um ano que eu definiria como vitória e ao mesmo tempo extremamente complexo. Detalhe: ele ainda não acabou!
Tanta coisa aconteceu, tanto está acontecendo e tanto ainda pode acontecer...
Nunca acreditei em finais felizes, desde a época dos saudosos contos de fadas. Acreditei sempre no caráter das pessoas, nas metas, nas buscas, nos sonhos possíveis de realizar, assim como nunca acreditei que um dia, ouviria que o Natal Luz pudesse passar por este momento delicado de transição.
O ar está pesado!Há um tensão pois ninguém sabe realmente o que acontecerá em 2011.
Já me posicionei no jornal sobre o que eu penso disso e do afastamento da Familia Peccin. Não serei repetitiva.
Acho uma pena, tantas pessoas envolvidas, tanto conquistado para Gramado...è óbvio que ele não acabará em 2011, talvez outras pessoas o assumam e o façam, mas não será a mesma coisa...
É como quando se quebra um vaso, você vai lá, cola, passa argamaça, pinta para disfarçar o estrago, mas todo mundo vê, mesmo que seja de pertinho,não há como esconder a parte quebrada. E não adianta comprar outro vaso, nunca será igual! Nunca! Cada coisa tem seu devido peso e valor.
Saíndo do Natal e entrando na minha vida diária, muitas coisas também se quebraram, e, diferentemente do Natal, graças a deus que quebrou e se espatifou. Arregacei as mangas e joguei fora tudo aquilo ou aqueles que me faziam mal, e eu jurava que não, ou não enxergava.
Final feliz? Sim, muito feliz! Existem finais felizes para aqueles que sabem o que querem e onde querem chegar...para aqueles que sonham e lutam pelos seus sonhos, para aqueles que são comprometidos com sua arte...Começo 2011 com finais felizes e bem resolvidos, esperando e fazendo novos começos, para ter vários finais felizes...
Quanto ao Natal,agora é momento de calar, pois muito já se disse...Acredito que ele mereça também, um final muito feliz!

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.