Páginas

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Peru: uma historia de sonhadores

Do nada recebemos a confirmação de nossa ida a Trujillo no Peru para participar do XXIX Festival Internacional de Teatro para Niños. Do nada, estavamos dentro do avião seguindo viagem ao Peru, do nada, estavamos vestidos de palhaço nas ruas de Trujillo dançando entre outros ritmos rumba e salsa. Do nada éramos aplaudidos e elogiados por companheiros de teatrais de Cuba, Colombia, Equador, Brasil, Lima, Piura, Cañete,do nada estávamos numa escola no bairro industrial pobre de Trujillo apresentado-se para 300 crianças.
Do nada? Será que tudo isso foi do nada. Fomos para lá cheios de expectativas e anseios e voltamos felizes, renovados, angustiados,com saudade de casa mas uma dorzinha de deixa o Perú, que tão bem nos acolheu para trás. Pisco Saur, Tamal, Lomo, Papa Huancaina,Inka Cola, rumba,salsa, tistes na noite, festas, bate-papos, choradeiras,poucas horas dormidas, absorvendo toda a cultura deste povo maravilhoso, rico e pobre ao mesmo tempo, que é o peruano.
Como se não bastasse, chegamos e recebemos um email do Diretor do Festival Infantil da Colombia, nos convidando a fazer parte de 12 a 22 de agosto,pois nosso amigo Alberto (Casinho da Cris)elogiou e indicou nosso trabalho.
O Universo conspira, e reage aos nossos anseios.
Que venha a Colombia, o Equador, a Venezuela, o mundo!Estamos de braços abertos e prontos a levar nosso trabalho aos quatro ventos. Estamos seguros de que temos um "tesouro" chamado "Criança não faz de Conta" nas mãos.Um tesouro que saiu de um sonho, que virou historia, que virou peça, que virou temporada e que já foi ao Perú.
Obrigado aos amigos,aos apoiadores mas sobretudo ao Universo que está aí,pronto para nos dar o que nosso coração e alma pedem...
Evoé!!!

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.