Páginas

sexta-feira, 24 de abril de 2009

QUE CANELA NOS QUEREMOS,AFINAL...


Dia 09 de maio acontecerá um fórum na cidade de Canela onde entidades e grupos debaterão e farão sugestões para definir afinal, que Canela nós queremos...

Não acredito no todo, na união, porque no fim cada um sempre puxa o assado para o seu lado, mas acho interessante essa "porta" que se abre para propostas, sujeito a alterações (eu disse "sujeito"). Me preocupa mesmo não que Canela queremos mas, que Canela teremos, e sobretudo,que Canela já destruímos... É muito fácil apontar autoridades e culpar, ficando na retaguarda de braços cruzados vendo o circo pegar fogo. Na minha área, cultural, acho que estamos em apuros,isso vem de longa data...Já tivemos eventos de grande porte e a impressão que tenho é que quando eles começam a crescer, perdemos! Será que não temos suporte para permanecer com eles...Pior que criar um evento é resgatá-lo, sem dúvida! Nos falta política cultural e sobretudo uma lei de incentivo municipal, via conselho de cultura que já está sendo criado em outras cidades. Um órgão fundamental para se trabalhar e projetar cultura.

Debates serão feitos, propostas avaliadas, egos serão sentidos,mas o que vale não é a intenção, o que vale é a reformulação na prática. Como não sou de ficar de braços cruzados, minha parte por aqui to fazendo, mobilizando e instigando a cultura, seja com o "Ciclo de Leituras Dramatizadas", seja com aulas de teatro para alunos, professores... procuro sempre fazer bem feito, com vontade e clareza nos meus objetivos. Ofereço cultura, tanto às autoridades como à comunidade da forma que acredito. Nem sempre valorizam, nem sempre levam a sério, mas eu estou lá. Não cobro, faço! Críticas a parte, se cada um nessa cidade, se cada entidadem deixasse de lado seu ego e realmente se preocupasse com que Canela nós queremos, as coisas poderiam melhorar, mas como já disse, não acredito no todo, acredito em ideias que se tornam realidades. Se quiserem, contem comigo, se não quiserem continuarei fazendo a minha política cultural, sem tapinha nas costas e sorrisinhos dissimulados. Sou pessoa de teatro e é isso que sei fazer!!!

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.